Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2014

Aborto, drogas e a lógica do desespero

Ultimamente, o lobby para a descriminalização do aborto e para a legalização da venda de drogas – especialmente a maconha – anda ocupando boa parte da agenda política de certos movimentos sociais e do debate público em geral. Apesar de serem duas demandas distintas, ambas se utilizam de discursos que, independente da validade de seus argumentos, obedecem a uma lógica do pessimismo e do desespero, ainda que possamos questionar até que ponto os próprios defensores desse lobby acreditam em suas próprias palavras ou se é apenas uma racionalização (encenação) para ludibriar os outros e validar suas intenções “libertárias”.
Em seus discursos, os lobistas demonstram sua total descrença nos métodos tradicionais de lidar com tais temas, alegando que esses métodos não são eficazes ou apresentam problemas. “Já que as mulheres estão realizando abortos clandestinos, vamos ajuda-las e descriminalizar a morte de seus filhos não nascidos em clínicas autorizadas”, diz uns. “Já que todo mundo está usand…