quarta-feira, abril 18, 2007

Fernanda Lima no Fantástico e a superficialidade na televisão

No último domingo (15/04/07) o programa "global" Fantástico apresentou um novo quadro chamado Daqui pra Frente, apresentado pela atriz Fernanda Lima, com pretensões de falar sobre os problemas no início da vida adulta. Trata-se de um bom exemplo da superficialidade presente nos programas televisivos. Na verdade, considerei o Daqui pra Frente superficial até mesmo para níveis televisivos. Não quero difamar o programa como sendo inútil. Mas não custava nada a atriz responder às questões levantadas pelo quadro que ele mesmo prometeu responder. Na chamada do quadro, lê-se:
"Um emprego chato com bom salário ou a carreira dos sonhos ganhando mal? Ficar com alguém e abrir mão da vida de solteiro ou não se amarrar a ninguém e correr o risco de ficar sozinho? Fernanda Lima está chegando para responder a essas e outras questões."
No entanto, quem assistiu todo o quadro não viu nenhuma dessas respostas. Mas parece que, para o responsável pelo quadro, a inexistência dessas respostas pôde ser compensada por uma exibição de cambalhotas da atriz ou por um passeiozinho de asa delta. A melhor parte foram os depoimentos de jovens a respeito de suas vidas profissionais, que na verdade não responderam nada: só aumentaram a tensão e a dúvida no telespectador.

Ao utilizar apelos visuais - como a beleza da atriz e sua performance em atitudes esportivas - para tentar enfeitar um esclarecimento sobre o início da vida profissional, o programa deve ter elevado sua audiência para níveis altíssimos, mas acabou não mostrando coisa alguma além da dúvida e de um rostinho bonito.

Quem sou eu

Minha foto
Jornalista e escritor. Mestre em Ciências Sociais (UFRN). Bacharel em Comunicação Social. Interessado em diversas ciências comportamentais.