terça-feira, janeiro 03, 2006

Ponta Negra: Esquema de aliciamento

Usando o direito de jornalista em proteger sua fonte de informações, inicio essa nota com uma dica, para não dizer denúncia, às autoridades policiais competentes. Trata-se de uma possível prática de aliciamento que está ocorrendo na praia de Ponta Negra.

Já não era novidade que o local é o maior puteiro ao ar livre do estado, mas agora nos chegam novas informações sobre o esquema de aliciamento praticado para movimentar a prostituição no local.

No tal esquema que me foi informado, alguns vendedores de cds e dvds piratas estão servindo como intermediários entre uma parcela dos turistas estrangeiros - que só vem para Natal por causa do calor e do sexo fácil e barato – e as possíveis prostitutas, que prefiro classificar como vítimas.

Certamente, esses vendedores de pirataria cobram alguma taxa para o serviço e, neste verão, esse tipo de esquema sujo de aliciamento deve aumentar a renda desses indivíduos. Mas ninguém garante que outros "profissionais" atuantes em Ponta Negra também saiam lucrando. Diante disso, será que a governadora ou o prefeito diriam que trata-se de mais recurso e mais emprego para Natal e para o Rio Grande do Norte?

A informação parte de uma reclamação feita a mim por uma dessas vítimas, que poderia muito bem ser alguma parente bem próxima do meu caro leitor.

Quem sou eu

Minha foto
Jornalista e escritor. Mestre em Ciências Sociais (UFRN). Bacharel em Comunicação Social. Interessado em diversas ciências comportamentais.